4ª edição do Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás - DIGO - 2019
Compartilhar no WhatsApp

Goiânia recebe o Festival DIGO 2019: de 23 a 29 de maio

Eventos

DIGO 2019: principal janela de exibição LGBTI do centro-oeste

 

O Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás, DIGO, recebeu quase 550 inscrições de países como o Brasil, EUA, Argentina, Índia, China, Alemanha, França, Itália, Inglaterra, Bélgica, México, Holanda, Canadá, Austrália e Colômbia.  Desse total de filmes,  36 curtas foram selecionados para o festival. O diferencial dessa edição é que o público poderá ir à estreia de 11 filmes longa-metragem. As exibições vão acontecer do dia 23 ao dia 29 no Cinema Lumière, do Banana Shopping. A entrada é franca!

 

Os estados brasileiros que mais enviaram filmes para o DIGO foi São Paulo, que totalizou 22% dos filmes seguido de Rio de Janeiro com 20%, Recife com 9% e Brasília com 7%. O estado de Goiás inscreveu 15 curtas e a curadoria do festival selecionou 5  deles para o público poder assistir. Além da categoria de filmes goianos, o festival terá a mostra pop, a nacional e a internacional. No domingo, (26/05), a partir das 21h serão apresentados os vencedores de cada categoria. Os vencedores receberão o troféu DIGO e prêmios para estimular novas produções cinematográficas. O projeto conta com o apoio da Lei Municipal de Incentivo a Cultura da prefeitura de Goiânia.

 

O DIGO cresceu muito, principalmente, na questão da estreia de longas com abordagem LGBTI. “Nós teremos mais sessões e mais filmes inéditos para os goianos. Nesse ano de 2019, o festival se firma como festival da diversidade sexual e de gênero e também como ponto de discussão sobre o assunto. Estamos tendo cada vez mais a oportunidade de formar e educar a população em geral – afinal, o público não precisa ser necessariamente LGBTI para participar”, explica o diretor do DIGO Cristiano Sousa.

Na visão dele o mais importante tem sido ver uma democratização sobre o tema. Pessoas em geral aprendendo sobre sexualidade e podendo ter a humanidade de compreender a dor dos que sofrem por serem diferente.

“O crescimento do festival como janela de exibição no centro-oeste é a nossa maior alegria. A programação está repleta de atividades, que transpõem a exibição de filmes. Ela envolve intervenções artísticas, teatro, música, dança, lançamento de livros e muito bate-papo com pessoas renomadas e com conhecimento de causa para esclarecimentos dos participantes. Com tudo isso, a interação do público tem aumentado. A expectativa é que aumente mais ainda a cada nova edição”, afirma Cristiano Sousa.

 

Um pouco da programação

A abertura do festival vai acontecer na quinta-feira, (23/05), a partir das 18h com coffe break no Louge do Cinema Lumière do Banana Shopping e às 18h30 acontecerá um show com a ícone do transformismo no Brasil, a Lorna Washington. Ela é a grande homenageada do DIGO 2019, pelo seu histórico ligado ao universo LGBTI. Em seguida acontecerá a estreia do docudrama: “Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto”. No filme Rogéria quer dar voz a Astolfo – o enredo traz a histórias de ambos, que se conjugam em uma só. O diretor do longa Pedro Gui e equipe estarão presentes para um bate papo com o público sobre a obra cinematográfica. Às 21h ocorrerá uma performance com Mia de Tarso, para enaltecer Rogéria.

Na sexta-feira, (24/05), Dostoiewski fará uma Mostra Especial com bate-papo a partir das 14h, no Lumíere do Banana Shopping. Serão exibidos: “Primaveras” – um documentário que conta a história de duas travestis na terceira idade e “Meninas” também um documentário, só que esse aborda as drag queens mais atuantes na cena gay carioca, no início dos anos 2000.

A Mostra Competitiva Nacional será exibida neste dia, (24/05), a partir das 15h. Logo depois, às 19h será a estreia do documentário: “Lorna Washington: Sobrevivendo a Supostas Perdas” de Rian Córdova & Leonardo Menezes. O filme é um retrato aprofundado e uma análise minuciosa e afetiva sobre Lorna Washington, ícone do movimento transformista carioca e estrela dos palcos de boates gays durante as décadas de 80 e 90.

No domingo, (26/05), às 13h vai ter a Mostra Internacional. Às 20h45 vai ser a Mostra de Filmes Goianos. São eles: “Sr. Raposo” de Daniel Nolasco; “Me balance Suavemente, Me balance Agora” de Gabriel Newton; “Ela só quer ser Maria” de Victor Vinícius do Carmo; “Prazer, Kamilla” de Douglas Lupo Neto e “Averno” de Nathália Carneiro.  Logo em seguida será apresentado quais são os melhores filmes, em todas as categorias.  A entrada é gratuita para assistir as mostras e conferir de perto os vencedores do DIGO 2019.

 

Para verificar a programação completa do festival DIGO 2019 é só entrar no site: digofestival.com.br

 

Mostra Especial  – Digo 2019

O cineasta, ator e escritor francês Antony Hickling apresentará a trilogia de natureza autobiográfica: “Little Gay Boy”, “Where Horses Go To Die” e “Frig“. O diretor estará presente para uma conversa, após as sessões gratuitas dos filmes. A obra de Hickling é repleta de simbolismo religioso, metáforas e representações sexuais explícitas. O trabalho dele incorpora igualmente arte performática, poesia e pintura. Seus filmes foram exibidos em festivais de cinema do mundo todo e nos dias 24, 25 e 27 de maio será a vez de Goiânia.

O filme “Where Horses Go To Die” conta a história de Daniel, um artista que perdeu o desejo de pintar. Um encontro inesperado com três “meninas trabalhadoras” numa noite marca o início de uma aventura surreal. Ele será exibido na sexta-feira, (24/05) a partir das 21h30. No sábado, (25/05), às 19h30 “Frig” será apresentado ao público. Trata de um drama experimental, que começa com o fim de um caso de amor. O filme mergulha no universo de Sade em “120 dias de Sodoma”. E, traz uma ilustração de um violento rito de passagem, voluntário ou não, que leva ao caminho do xamã, um caminho de libertação. O último a ser exibido será “Little Gay Boy”, que trata da história de um jovem gay, do seu nascimento até adolescência, experimenta sua sexualidade e limites, até o dia que finalmente conhece o seu pai. A sessão gratuita será na segunda-feira, (27/05), às 20h. O bate-papo com Hickling sobre o filme está previsto para acontecer às 21h15.

 

Oficinas – Digo 2019

O Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás, DIGO traz 4 oficinas para que os participantes do evento possam mergulhar no universo cinematográfico e aprender com profissionais gabaritados da área. A primeira oficina, que é sucesso em todas as edições do festival é a “Maquiagem de Drag”. A professora é a Marcella Siqueira, que é maquiadora profissional. Ela ensinará técnicas e dará dicas para os que quiserem participar do concurso de melhor caracterização do festival. A oficina será ministrada no sábado, (25/05), a partir das 14h no teatro Sonhus. São 30 vagas e investimento para participar é de R$ 60,00. Ingressos no Sympla.

No mesmo horário e local irá acontecer a oficina “Rodando um curta-metragem” com o cineasta Claudio Bosco. O objetivo é oportunizar aos inscritos um aprendizado e vivência com a criação de um curta, em todas as suas etapas. Através de uma dinâmica de grupo, em que se debaterão temas da atualidade e referências cinematográficas, os participantes desenvolverão de forma colaborativa um argumento, para em seguida distribuírem entre si as tarefas da realização de um curta-metragem baseado na reflexão na estética e na realização. A duração será de 5 a 8 horas. São 20 vagas e para participar é preciso investir R$ 60,00, via Sympla.

Ainda no teatro Sonhos, só que às 17h dará início a oficina de “Roteiro com Dostoiewski Champangnatte”. Ele é um cineasta goiano com vasta experiência acadêmica e no mercado audiovisual. Dostoiewski é pós-doutor em comunicação pela UERJ e foi professor do curso de comunicação da UNIGRANRIO por nove anos. É roteirista do blockbuster “Fala sério, mãe!”, com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, que fez mais de 3 milhões de espectadores, em 2018. E dos docu-dramas “Jorginho Guinle – só se vive uma vez”, com Letícia Spiller e Guilhermina Guinle; e “Rogéria – Senhor Astolfo Barroso Pinto”, com Jô Soares e Aguinaldo Silva, vencedor do prêmio de melhor filme do júri no Festival do Cinema Brasileiro de Los Angeles. Dostoiewski é diretor de 11 curtas-metragens, dentre eles o premiado documentário “Meninas” e foi assistente de direção da TV GLOBO, de 2005 a 2007.

A oficina de roteiro irá ensinar o aluno as teorias da criatividade e como colocá-las em prática. Ensinar o aluno os fundamentos da escrita do roteiro audiovisual e da estrutura básica do mesmo, a partir de exemplos de roteiros de filmes nacionais já realizados e com roteiros disponíveis online. Realizar um exercício prático de criação de logline, sinopse e escaleta audiovisual a partir de um curta-metragem de ficção. Para participar é preciso ter mais de 18 anos e ter escolaridade mínima do ensino médio. São 30 vagas e o valor é R$ 60,00, por meio do Sympla.

Na quarta-feira, (29/05), às 14h irá ocorrer à oficina de “Interpretação” com o ator e cineasta, Paulo Vespúcio. Ele foi criado pela mãe na Vila Carolina, em Rio Verde-GO. Começou a carreira como ator, trabalhando na peça Escola de Bufões, dirigida por Moacyr Góes. Ao assistir umas das atuações de Paulo no teatro, a atriz Glória Pires o convidou para participar da minissérie Memorial de Maria Moura (1994), catapultando sua carreira. Estreou no cinema em Um Céu de Estrelas (1996), de Tata Amaral, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator no Festival Internacional de Trieste, na Itália. Ficou conhecido por interpretar personagens nas novelas como Porto dos milagres (2001) e Laços de Família (2001), todos na TV Globo. Em 2014, escreveu e dirigiu o primeiro longa, “O Casamento de Gorete”.  A oficina de interpretação tem somente 20 vagas. Para participar faça um investimento de R$ 60,00 – adquirindo seu ingresso no Sympla.

 


Anota ai na sua agenda:

O que: Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás – DIGO-

Quando: 23 ao dia 29 de maio;

Locais: Lumière do Banana Shopping e Teatro Sonhus;

Horário: a partir das 13h;

Mais informações: (62) 98545-0905 com Cristiano Sousa.

 


Veja Mais:

 

 


Faça parte de nossas redes sociais!

 

Instagram: https://www.instagram.com/cinegoiania/
Facebook: https://www.facebook.com/cinegoiania/
Twitter: https://twitter.com/cinegoiania/
Youtube: https://www.youtube.com/ch…tWiykFA

 









Gostou deste conteúdo?


Preencha seu Nome e E-mail abaixo para receber mais novidades do site

 




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *