3º Ciclo de Cinema Política do Cineclube Imigração
Compartilhar no WhatsApp

Cineclube Imigração: 3º Ciclo de Cinema Política

Eventos

O cineclube Imigração realiza seu 3º Ciclo de Cinema Político latino-americano na Vila Cultural Cora Coralina.

Os momentos históricos que envolvem nossa América em crises política, econômica e social reproduzidas pelas lentes cinematográficas muitas vezes para informar ou dar a conhecer conflitos esquecidos ou para homenagear personagens esquecidos em nossa memória coletiva.

 

O Cineclube Imigração

Foi criado em 2014 para difundir o Cinema que envolve a imigração, a cultura latino-americana e a educação.
Desenvolveu o projeto “Cineclube Imigração, de Goiânia a Cordilheira dos Andes” com a Lei de Incentivo a Cultura da Prefeitura Municipal de Goiânia, o projeto “Clube do Professor” com o debate de temáticas pedagógicas e parcerias com instituições educacionais a través de exibições de filmes, realização de festivais ou oficinas de apreciação cinematográfica, realiza o “Encontro de Cinema e Educação” que neste ano esta em sua sexta edição.

O Ciclo de Cinema Político que já esta em sua 3º temporada, trazendo filmes significativos que sempre acabam em um debate que interage entre diversas gerações.

 

1º Ciclo

Nosso primeiro ciclo de cinema político realizado em janeiro de 2017, contou com filmes premiados e reconhecidos pela critica, entre eles tivemos o Mestre Constantin Costa Gravas com seu “Estado de Sitio”, filme realizado no Chile do Allende, mostrando a intervenção política e repressiva no Uruguai.

Da Argentina, o premiado filme do diretor Luís Puenzo, “A Historia Oficial” que envolve o sequestro de crianças de desaparecidos por parte de empresários que apoiavam a ditadura argentina.

Finalmente o filme Brasileiro “Quase dois irmãos” da diretora Lúcia Murat. Uma critica as mudanças geracionais na política brasileira.

 

2º Ciclo

Nosso segundo ciclo de cinema político foi realizado de 17 a 19 de janeiro de 2018, na vila cultural Cora Coralina e contou com o filme premiado do realizador grego-uruguaio Constantin Costa Gravas, “Missing”, sobre o desaparecimento do jornalista americano Charles Horman na ditadura de Augusto Pinochet em 1973.

O realizador argentino Benjamin Ávila apresenta uma historia sensível sobre a visão de crianças envolvidas na guerrilha pela ideologia de seus pais.

E finalmente o documentário do brasileiro Silvio Tendler, que faz uma síntese dos últimos 60 anos, desde o final da 2º Guerra Mundial até a primeira década de 2000, em “Utopia e Barbárie”.

 

3º Ciclo

Neste terceiro ciclo de Cinema Politico Latino-americano, Na Vila Cultural Cora Coralina, três filmes significativos deste gênero, o primeiro, no dia, 18 de dezembro às 19 horas, o filme do realizador chileno Pablo Larrain, “No” a historia da importância do Marketing político na derrota do ditador Pinochet em 1988.

O segundo filme é dos realizadores cubanos Tomás Gutierrez Alea e Juan Carlos Tabio, “Fresa y Chocolate” uma critica ao governo cubano e o controle das minorias no sistema comunista.

O último filme, o brasileiro Cabra-cega, do realizador Tony Venturi, um filme claustrofóbico, pelo confinamento da clandestinidade e da repressão brasileira, mas com uma trilha sonora fascinante.

 

Venha nos prestigiar com sua presença. Entrada Franca

 


O que: 3º Ciclo de Cinema Político latino-americano
Quando: 18, 19 e 20 de dezembro de 2018
Onde: Vila Cultural Cora Coralina, Rua 3 – St. Central – Goiânia/GO
Quanto: Entrada Franca
Informações: https://uniaocineclubesgoiania.blogspot.com/
Facebook: https://www.facebook.com/cineclubeimigracao/









Gostou deste conteúdo?


Preencha seu Nome e E-mail abaixo para receber mais novidades do site

     




     

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.